quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Poema




Esgotei todo avexame

Tenho presa de não ter presa

Sinto falta

Daquela calma que não oprime.
                             
O prazo que não prezo é tão curto,

Precisa ser cumprido.

O resultado mensurado

Denuncia

O esforço mínimo

Não recompensado

De só querer
Viver poesia.

Meu coração agora é um coração despovoado. 

Um comentário:

  1. Palmas!!
    Não tenho pressa de ter pressa.
    Já corri demais.
    beijos!!!

    ResponderExcluir

Decifra-me e devoro-te